fbpx

Loja

Trufa de verão, Tuber aestivum 30 g Portes grátis

15.10 

 

 

REF: Trufa verão-0001 Categoria:
Share:
Trufa de verão (Tuber aestivum) laminada, embalagem de 30 g

Portes incluídos para Portugal Continental (Correio Azul) 

Fragrância agradável e aromática e muito diferente do “aroma a alho” das outras trufas. Torna esta trufa única e muito apreciada.
A história da trufa remonta a 3000 anos antes de Cristo, quando os Reis da Babilónia a procuravam nas areias do deserto e a apelidavam de “cogumelo subterrâneo”. Durante séculos, a sua natureza e seu aspecto foram objecto de disputas e hipóteses por parte de cientistas e filósofos. O filósofo grego Teofrasto (séc. III a.C.) considerava-a filha das chuvas de outono e dos relâmpagos; já o historiador Plutarco, no (séc II d.C.) indicava que o nascimento das trufas se dava pela fusão de três importantes elementos: água, terra e relâmpagos. Plínio o Velho costumava chamá-la de “milagre da natureza”.
Actualmente os grandes chefs de cozinham consideram a trufa como o diamante negro.

As Trufas:

A trufa é um fungo subterrâneo muito apreciado pelo seu sabor e aroma característicos. São consideradas uma iguaria desde a época romana e consumidas em várias partes do mundo. A trufa é rica em água contendo cerca de 80% a 90% na sua composição. Possui também proteínas, hidratos de carbono e baixo teor calórico, o que faz da trufa um alimento nutritivo e saudável.Desenvolvem-se a uma profundidade de 20 a 40 centímetros abaixo da terra e estabelecem uma relação de simbiose com as raízes (micorrizas) das árvores como o carvalho, a azinheira e a aveleira. A trufa, por ser incapaz de realizar a fotossíntese, captura nutriente das raízes das árvores. Já as árvores extraem os minerais vindos das trufas. A trufa é formada por duas partes sendo a primeira o fruto (comestível) e a segunda formada pelas raízes do fungo chamadas micélio, responsável pela sua produção. As trufas adquirem tamanhos variados, podem ser pequenas, grandes, circulares ou irregulares. Factores como temperatura, humidade e composição do terreno são fundamentais para o desenvolvimento deste fungo. O nome da casca da trufa é denominado Peridium e sua parte interna é chamada de Gleba, onde contém os esporos.
Para encontrar as trufas é necessário o auxílio de cães especialmente treinados que conseguem identificar a localização exacta aonde se encontra o fungo. Caso contrário, são muito difíceis de serem descobertas. Depois de encontradas e com ferramentas apropriadas, cava-se o local para recolher a trufa, tomando os devidos cuidados para não danificar as raízes das árvores. Só devem ser retiradas as trufas em bom estado de maturação e devem ser armazenadas em baixas temperaturas.

As nossas embalagens para o retalho são 0% plástico, livres de BPA, compostáveis e biodegradáveis, pois as matérias-primas utilizadas são 100% provenientes de plantas: PLA, celulose, fibras recicladas de cana-de-açúcar e folha de palma;

Os nossos produtos são certificados como compostáveis por organismos de certificação independentes (OK Compost by Vincotte e The Biodegradable Product Insitute (BPI) e cumprem a norma europeia EN-13432;

Preço e disponibilidade sob consulta.

 

Informação Nutricional (100g)

Valor Energético

1863,5 Kj / 445,3 Kcal

Lípidos

1,11 g

– dos quais Saturados

0,28 g

Hidratos de Carbono

76,9 g

– dos quais Açúcares

4,17 g

Fibra

1,4 g

Proteínas

5,7 g

Sal

0,005 g

Ah maroto! Apanhamos-te a ler o rótulo! Como já deves ter reparado é muito saudável, mas para saberes como é delicioso vais ter de o provar.

{"cart_token":"","hash":"","cart_data":""}